EFE/ Michael Reynolds
EFE/ Michael Reynolds

Executivo da Ford é nomeado representante especial dos EUA para Coreia do Norte

Stephen Biegun dirigirá políticas americanas para o recluso país asiático e liderará esforços para que regime de Kim Jong-un prossiga com uma 'desnuclearização total e plenamente verificável' como defendido por Washington

O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2018 | 15h09

WASHINGTON - O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, anunciou nesta quinta-feira, 23, que o executivo da Ford Stephen Biegun será o representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, acrescentando que os dois visitarão a reclusa nação asiática na próxima semana para pressionar o país a se desfazer de suas armas nucleares.

“Steve dirigirá as políticas dos EUA para a Coreia do Norte e liderará nossos esforços para alcançar o objetivo do presidente Trump de uma desnuclearização total e plenamente verificável da Coreia do Norte, como concordado por Kim Jong-un”, disse Pompeo.

“Ele e eu viajaremos à Coreia do Norte na próxima semana para alcançar mais progressos diplomáticos em direção ao nosso objetivo”, acrescentou.

Essa será a quarta viagem de Pompeo neste ano com o objetivo de convencer a Coreia do Norte a abandonar seu programa de armas nucleares que ameaça os Estados Unidos, e a segunda desde uma inédita cúpula em junho entre Trump e Kim, que gerou muita atenção midiática mas poucos avanços evidentes.

Comentando a situação norte-coreana, Biegun disse que “as questões são difíceis, e que serão difíceis de resolver”, mas acrescentou que Trump criou uma abertura e que a oportunidade tem que ser aproveitada para garantir um futuro pacífico para a população norte-coreana.

Biegun foi vice-presidente de assuntos governamentais internacionais da Ford Motor Company por 14 anos. A companhia anunciou sua aposentadoria mais cedo nesta quinta-feira. / REUTERS e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.