Exército americano mandará soldados extras para o Iraque

O Exército americano transferirá um batalhão de aproximadamente 800 soldados ao Iraque de sua base no Kuwait para reforçar a segurança por ocasião do feriado de Arba´een, festa realizada 40 dias após a Ashura xiita. Um número substancial de forças de segurança iraquianas e americanas estão sendo reposicionadas dentro do país em antecipação à potencial violência sectária que o feriado deste mês pode gerar. Durante a Ashura deste ano - que aconteceu no dia 9 de fevereiro -, uma seqüência de explosões destruiu parcialmente a Mesquita Dourada, um dos templos mais sagrados para os muçulmanos xiitas. Os ataques levaram a uma escala de violência sectária entre xiitas e sunitas que já deixou centenas de mortos no país. As tropas do Kuwait incluem infantaria mecanizada com veículos blindados assim como engenheiros de combate. O Pentágono informou que o batalhão da Primeira Divisão Blindada, irá ao Iraque em breve, e permanecerá lá por cerca de 30 ou 45 dias. A peregrinação durante o feriado é destinada a locais sagrados nas cidade de Najaf e Karbala, áreas predominantemente xiitas onde há grande preocupação com a violência sectária. A celebração em 2004 e 2005 foi marcada por vários ataques.

Agencia Estado,

15 Março 2006 | 17h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.