Exército americano mata importante líder da Al-Qaeda no Iraque

Um importante líder da Al-Qaeda no Iraque foi morto em um ataque aéreo na mesma região em que poucas horas depois desapareceram os dois soldados americanos cujos corpos foram encontrados nesta terça-feira, anunciaram hoje militares dos EUA.O líder Sheik Mansour Suleiman Mansour Khalifi al-Mashhadani, de entre 35 e 37 anos, e outros dois militantes foram mortos em um ataque aéreo, enquanto tentavam fugir em um veículo, perto de Youssifiyah, declarou o porta-voz do exército americano William Caldwell. Um dos outros dois militantes foi identificado como Abu Tariq.Caldwell disse ainda que as forças armadas o procuravam há algum tempo e que Al-Mashhadani era próximo aos líderes Abu Musab al-Zarqawi, morto no último dia 7, e Abu Ayyub al-Masri, que, acredita-se, assumiu o posto de Zarqawi.Al-Mashhadani "era o braço direito de Zarqawi e servia como a ligação entre a Al-Qaeda no Iraque e várias tribos na região de Youssifiyah, além de ter um papel importante nas operações de mídia da organização", disse Caldwell.Os Estados Unidos capturaram o líder em julho de 2004 por sua ligação com o grupo militante Ansar al-Islam e Ansar al-Sunna, mas o libertaram porque ele não era considerado um terrorista importante na época.O militante ingressou para a Al-Qaeda somente após a sua soltura, no final de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.