Exército americano nega retirada do Iraque

O tenente-coronel do Exército americano no Iraque, Barry Johnson, classificou como "totalmente falsas" as notícias publicadas em dois jornais britânicos que asseguram que as tropas dos Estados Unidos e do Reino Unido podem deixar o Iraque no ano que vem. "Como dissemos várias vezes, qualquer retirada estará relacionada à capacidade das forças iraquianas de manter a ordem no país em nome de um governo representativo iraquiano que respeite os direitos de todos os seus cidadãos", ressaltou o coronel. O oficial desmentiu assim as informações publicadas, neste domingo, nos dominicais Sunday Telegraph e Sunday Mirror. Ambas as publicações informam que Londres e Washington decidiram retirar suas tropas do Iraque no primeiro semestre de 2007 pois teriam se dado conta de que sua presença no país representa um grande obstáculo para o estabelecimento da segurança nacional.

Agencia Estado,

05 Março 2006 | 14h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.