Exército argelino caça suspeitos de abrigar membros da Al-Qaeda

O Exército argelino está em busca de rebeldes de um grupo islâmico armado, acusado de abrigar membros da rede extremista Al-Qaeda, informou hoje a imprensa local. Jornais do país publicaram recentemente diversos casos de membros estrangeiros da Al-Qaeda que estariam agindo ao lado de militantes islâmicos desta nação do norte da África. Na reportagem mais recente, o jornal Le Matin diz que o Exército está perseguindo membros do Grupo Salifista de Mobilização e Combate em Sidi Ali Bounab, a leste da capital, Argel. Acredita-se que pelo menos dois representantes da rede liderada pelo milionário saudita Osama bin Laden estejam entre eles, informou o diário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.