Exército brasileiro é ameaça para os ianomâmi, diz NYT

O jornal norte-americano The New York Times traz hoje uma reportagem segundo a qual o Exército brasileiro é "a mais nova ameaça contra a existência" dos índios ianomâmi. A reportagem, intitulada "Uma nova intrusão ameaça uma tribo na Amazônia: soldados", diz que as Forças Armadas brasileiras estão construindo novas bases e expandindo as antigas em territórios reservados aos ianomâmi e a outras tribos. ?À medida que seu número se expande, os soldados estão cada vez mais engravidando mulheres ianomâmi, espalhando doenças venéreas e rompendo os padrões da vida nas aldeias, que têm durado praticamente inalterados desde a Idade da Pedra", diz o texto. Citado na reportagem como chefe de uma aldeia perto de Surucucu, Roberto Angametery diz que a destruição já começou. ?Os soldados dizem que estão aqui para nos proteger, mas eles trouxeram doenças e tomaram nossa terra sem pedir. Em breve haverá mais, e então, o que vamos fazer? Para onde vamos?", questiona.O texto também cita uma carta na qual o ministro da Defesa, Geraldo Quintão, "atribui a situação tensa ao que ele chamou de ´uma campanha sistemática e reiterada´ da parte dos índios e dos grupos que os defendem ´contra o Exército, o qual, historicamente, sempre deu tratamento cordial aos índios´".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.