Exército da Itália veta as tatuagens racistas

O Exército da Itália distribuiu um comunicado interno exigindo que os militares escondam tatuagens que possam ser consideradas ou de interpretação obscena. Os desenhos também não podem estar em partes do corpo que fiquem sempre visíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.