Exército da Nigéria diz ter matado 35 membros do Boko Haram

O Exército da Nigéria afirmou nesta segunda-feira ter matado 35 membros da seita islâmica Boko Haram em uma dura batalha durante a madrugada em Damaturu, capital do Estado de Yobe, no nordeste do país.

Reuters

24 de setembro de 2012 | 19h28

A seita, que luta por um Estado islâmico no norte da Nigéria, tem sido responsabilizada por mais de mil mortes desde que o levante começou em 2010. Os Estados Unidos classificaram três dos membros sêniores do Boko Haram como terroristas.

"A operação que durou toda a noite do domingo e continuou até as primeiras horas desta segunda-feira teve uma feroz troca de tiros entre as tropas da Força-Tarefa Conjunta (FTC) e os terroristas", disse o porta-voz do FTC, Eli Lazarus, em comunicado.

"Trinta e cinco terroristas foram mortos no confronto, enquanto outros foram presos", disse Lazarus.

(Reportagem de Isaac Abrak)

Tudo o que sabemos sobre:
NIGERIABOKOHARAMMATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.