Exército de Israel mata miliciano do Fatah na Cisjordânia

Já são quatro os palestinos mortos pelo Exército na Cisjordânia este mês

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

Um miliciano palestino das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa, ligada ao Fatah, foi morto por soldados israelenses, nesta quinta-feira, 14, numa incursão na cidade cisjordaniana de Kalkilia, informaram fontes palestinas. O Exército israelense informou que o miliciano estava armado e tinha atirado em soldados que realizavam uma operação de detenções no centro de Kalkilia. Já são quatro os palestinos mortos pelo Exército israelense na Cisjordânia este mês. Durante a operação, foram detidos pelo menos 10 palestinos. Um israelense foi levemente ferido quando o seu carro foi apedrejado perto da localidade de Hawara, ao sul da cidade de Nablus, na Cisjordânia, informou a imprensa local. Além disso, as milícias palestinas em Gaza dispararam esta manhã pelo menos dois foguetes Qassam contra a localidade israelense de Sderot. Um deles caiu no centro da cidade, causando danos a um carro e provocando o pânico entre vários moradores. O outro foguete caiu num terreno descampado próximo a uma cooperativa rural, sem causar danos.

Mais conteúdo sobre:
Cisjordânia Fatah Israel Hamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.