Exército de Israel mata palestino procurado pelo serviço secreto

Uma ação do Exército israelense no distrito de Nablus, na Cisjordânia, na madrugada de segunda-feira (horário local), deixou um palestino morto, enquanto em Gaza a Força Aérea bombardeouum edifício usado para o contrabando de armas, segundo fontes militares. O palestino, procurado pelos serviços secretos israelenses, morreu numa operação de forças de infantaria numa aldeia ao norte da cidade de Nablus, disseram fontes militares. Outros três palestinos foram feridos, segundo fontes da Autoridade Nacional Palestina. Fontes militares confirmaram também um bombardeio aéreo na madrugada passada que teve como alvo um prédio no sul da Faixa de Gaza. Segundo o Exército, o local era empregado para encobrir umtúnel por onde as milícias traziam armas contrabandeadas do Egito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.