Exército desativa outra "casa-bomba" das Farc

Militares desativaram explosivos instalados pelo grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) numa casa abandonada em Fortul, na região de Arauca, no nordeste do país. Foi a terceira "casa-bomba" desativada em uma semana. As Farc, segundo camponeses, pretendiam detonar a carga quando passasse uma patrulha militar. Ainda hoje, a Justiça ordenou a prisão dos prefeitos de Calamar, Orlando Giraldo, e Miraflores, Jorge Roa, suspeitos de ligação com rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.