Exército diz ter matado um dos líderes das Farc

Um dos chefes das Farc teria sido morto em um ataque do Exército a um acampamento rebelde na Colômbia. A informação foi reforçada ontem pelo ministro da Defesa, Rodrigo Rivera - no sábado, o presidente Juan Manuel Santos já havia cogitado esta possibilidade. "Uma guerrilheira que encontramos ferida nos confirmou que se tratava do acampamento de Fabían Ramírez - e ele estava ali com outras 13 pessoas", disse o ministro.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2010 | 07h44

Ramírez, cujo verdadeiro nome era José Benito Cabrera, ocupava um posto alto na hierarquia das Farc. Oito cadáveres ainda precisam ser encontrados. Espera-se que um deles seja o de Ramírez/Cabrera. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
FarcexércitoColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.