Exército do Iêmen prende um dos líderes da Al-Qaeda

O governador da província iemenita de Marib, Naji bin Ali al-Zayedi, informou que o Exército deteve Mohammed Abdallah Maouda, líder da Al-Qaeda, após um tiroteio com forças de segurança. Três soldados e dois civis foram mortos e nove pessoas ficaram feridas. Al-Zayedi disse que os militares pararam um carro num posto de verificação. Os homens que estavam no veículo começaram a atirar quando os soldados pediram seus documentos.

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2011 | 15h17

Al-Zayedi afirmou hoje que Maouda era procurado pelas forças de segurança iemenitas por sua suposta participação no ataque a postos do Exército e ataques a bomba contra instalações petrolíferas. O tiroteio ocorreu ontem. O Iêmen é o país mais pobre do mundo árabe e se tornou um local com forte presença de militantes. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenAl-Qaedalíderprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.