Exército do Paquistão anuncia morte de 37 rebeldes em ataque

Região é alvo de intensos combates desde o começo do ano, com cerca de 480 mortes

EFE

10 Maio 2010 | 12h43

ISLAMABAD - Pelo menos 37 supostos insurgentes e nove soldados morreram nesta segunda-feira, 10, em um combate na demarcação tribal de Orakzai, onde desde o final de março passado acontece uma grande operação contra os taleban.

 

Em mensagem à imprensa, o comando militar explica que o combate ocorreu perto da zona de Daburi e que matou 37 "terroristas", além de deixar vários outros feridos.

 

Orakzai é a única demarcação tribal do Paquistão que não faz fronteira com o Afeganistão, embora esteja perto da divisa.

 

Cerca de 450 fundamentalistas e 30 militares morreram em Orakzai desde o início da operação, que forçou 307 mil pessoas a abandonar seus lares na busca de um local seguro.

 

O Exército do Paquistão, que em seus relatórios não inclui a morte de civis, está atualmente envolvido em várias ofensivas contra os taleban no noroeste do país.

Mais conteúdo sobre:
Paquistão Taleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.