Exército do Paquistão mata 31 supostos militantes

Tropas do Paquistão mataram 31 supostos militantes no noroeste do país, perto da fronteira afegã, disse hoje Jahanzeb Khan, funcionário local. Ele afirmou que um soldado também morreu em um dos diversos confrontos na região tribal de Orakzai.

AE-AP, Agência Estado

22 de abril de 2010 | 11h06

O Paquistão ampliou as operações do Exército em Orakzai desde o meio de março, a fim de confrontar militantes fugindo de uma ofensiva mais ao sul. O governo afirma que a operação matou centenas de supostos militantes, mas essas notícias são difíceis de se verificar de modo independente, pois o acesso à área é restrito.

Mais de 200 mil pessoas fugiram de Orakzai desde o fim do ano passado, em meio aos ataques aéreos e ao crescente influxo de militantes na área.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.