Exército do Paquistão mata ao menos 34 insurgentes do Taleban

Milícia nega e afirma que baixas foram das forças de segurança; ataques ocorreram na região do Waziristão

Efe,

22 de setembro de 2009 | 11h55

Pelo menos 34 supostos militantes do Taleban foram mortos em operações do Exército do Paquistão em duas regiões tribais fronteiriças com o Afeganistão consideradas redutos da insurgência, informou nesta terça-feira, 22, uma fonte oficial.

 

Segundo a fonte, citada pela emissora de TV Dawn, vários helicópteros militares atacaram refúgios insurgentes na conflituosa demarcação do Waziristão do Sul (noroeste do Paquistão), matando 26 supostos insurgentes. Outros oito supostos taleban foram mortos em combates contra as forças de segurança na região de Razmak, no Waziristão do Norte.

 

No entanto, o porta-voz da organização fundamentalista Tehrik-e-Taliban, Azam Tariq, afirmou que os insurgente mataram pelo menos 45 membros das forças de segurança durante o ataque.

 

O Waziristão - especialmente a parte sul - é considerado uma das principais fortificações dos fundamentalistas paquistaneses, e foi alvo nos últimos meses de ataques e bombardeios seletivos, como o que acabou com a vida do líder fundamentalista Baitullah Mehsud.

 

As forças de segurança preparam desde junho uma ofensiva contra os taleban no Waziristão do Sul, mas até o momento recorreram apenas de forma intermitente a artilharia e ataques aéreos. Até agora, o comando militar se mostrou ambíguo sobre o começo da operação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.