Exército do Sri Lanka lança ofensiva em represália a atentado

O Exército do Sri Lanka lançou uma série de ataques aéreos contra posições dos Tigres para a Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), após o atentado suicida atribuído à guerrilha que matou na segunda-feira quase 100 militares, informaram fontes governamentais. A violência no país se acirra poucos dias antes da retomada das conversações de paz entre as duas partes, prevista para o dia 28, em Genebra. Os bombardeios aéreos aconteceram no norte do Sri Lanka, reduto da guerrilha tâmil, onde o Exército lançou na semana passada uma forte ofensiva repelida pelo LTTE que fez 133 baixasgovernamentais e mil feridos. Na segunda-feira, em Dugampatana, no nordeste do país, um caminhão cheio de explosivos se chocou com um comboio da Marinha, deixando 99 mortos e 100 feridos. O mediador de paz enviado pela Noruega, Jon Hanssen Bauer, deve chegar nesta terça-feira ao Sri Lanka para tentar estabelecer um ambiente favorável às conversações de Genebra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.