Exército do Sri Lanka mata sete guerrilheiros tâmeis

Pelo menos sete guerrilheiros tâmeis, entre eles três mulheres, morreram em combates com o Exército cingalês no norte e leste do Sri Lanka neste domingo, horas depois de dois aviões rebeldes bombardearem dois depósitos de combustível em Colombo, informou nesta segunda-feira o Ministério da Defesa.Em comunicado, o citado Ministério assinala que seis insurgentes dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) perderam a vida em um combate com as forças do Governo no distrito oriental de Batticaloa, um dos tradicionais bastiões da guerrilha. "Dos falecidos, três eram efetivos femininos dos LTTE", detalha o comunicado, que acrescenta que as tropas recuperaram seis rifles de assalto T-56 durante a operação.Além disso, forças navais cingalesas mataram um membro de alto escalão da guerrilha tâmil na ilha de Velani, pertencente ao distrito nortista de Jaffna, segundo o Ministério da Defesa. Estes enfrentamentos acontecem em meio ao alarme gerado na madrugada de domingo pelo bombardeio aéreo de dois depósitos de gás petróleo, respectivamente, por parte da guerrilha em Colombo.Os LTTE combate desde a década de 80 por um Estado independente no norte e leste do Sri Lanka.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.