Exército do Sudão ocupa reduto rebelde em Darfur

No entanto, insurgentes dizem que deixaram área por vontade própria.

BBC Brasil, BBC

15 Maio 2010 | 12h21

O Exército do Sudão disse neste sábado que assumiu o controle de uma área que era considerada um reduto rebelde na região de Darfur.

O porta-voz do Exército, Al-Sawarmi Khaled, disse que mais de cem rebeldes do Movimento de Justiça e Igualdade (Jem, em inglês) foram mortos na área de Jebel Moon.

Os insurgentes afirmam que deixaram o local no mês passado para evitar que civis morram.

Eles assinaram um tratado preliminar de paz e um cessar-fogo na capital sudanesa, Cartum, em fevereiro, mas abandonaram o acordo, acusando o governo de atos criminosos.

Mortes

O correspondente da BBC em Cartum James Copnall disse que o conflito em Darfur voltou a se intensificar nas últimas semanas, após alguns anos de relativa calma.

A televisão sudanesa mostrou imagens no sábado de um dos comandantes das Forças Armadas do país visitando a área ocupada. O Exército afirma que a ocupação é uma grande vitória contra os rebeldes.

"Nós libertamos Jebel Moon do Movimento de Justiça e Igualdade e matamos 108 dos seus integrantes", disse o porta-voz do Exército em Cartum.

"Nós prendemos 61 rebeldes e confiscamos 16 carros e três caminhões grandes."

Um dos líderes do movimento rebelde Jem, no entanto, disse à BBC que a decisão de deixar a região foi tomada voluntariamente pelos insurgentes.

Ele negou que tenha havido combates entre rebeldes e militares.

Segundo a ONU, cerca de 300 mil pessoas morreram em Darfur e mais de 2,6 milhões tiveram de deixar suas casas desde o começo do conflito na região em 2003. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
Darfur reduto Darfur rebelde conflito África

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.