Exército dos EUA confirma que soldado segue seqüestrado

O Exército dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira que Ahmed Qais al-Taayie, soldado americano de origem iraquiana seqüestrado no dia 23 de outubro em Bagdá, segue em cativeiro. O porta-voz do Exército americano, general William B. Caldwell, afirmou aos jornalistas que as tropas da coalizão multinacional continuarão as buscas pelo soldado, de 41 anos. Além disso, Caldwell assegurou que há uma "atividade política enorme" para tentar conseguir sua libertação, mas não deu mais detalhes sobre os contatos. Taayie foi seqüestrado quando visitava parentes de sua esposa, que é iraquiana, no bairro de Al Karrada, no centro de Bagdá. Segundo o Exército americano, ele se casou há três meses.

Agencia Estado,

02 Novembro 2006 | 12h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.