Exército dos EUA mata líder miliciano leal a clérigo xiita

O Exército dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira, 27, em comunicado a morte de um suposto líder de uma "célula armada" leal ao clérigo radical xiita Moqtada Al Sadr, durante uma operação de tropas americanas na cidade meridional de Najaf.A nota limitou-se a informar que Saheb Obeid al-Amiri morreu ainda nesta quarta durante uma operação contra seu domicílio nessa cidade, que tem vários santuários da majoritária comunidade xiita do Iraque.Este incidente foi seguido por protestos e distúrbios dos partidários de Al-Sadr, líder da milícia Exército Mehdi e um dos poucos dirigentes xiitas que se opõem abertamente à presença das tropas americanas no Iraque.Em comunicado, Al Sadr pediu contenção e calma a seus simpatizantes, enquanto solicitava manifestações pacíficas para exigir a saída das tropas americanas de Najaf.Diante desta chamada, as autoridades iraquianas mobilizaram um grande dispositivo de segurança em Najaf para evitar o agravamento da situação.O Exército americano acusava Al-Amiri de oferecer explosivos aos membros de sua "célula" para que realizem atentados contra as forças da coalizão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.