Exército dos EUA pretende construir muro em Bagdá

Após seqüência de dias violentos no Iraque, soldados americanos divulgaram nesta sexta-feira, 20, a construção de um muro para proteger uma área árabe sunita cercada por bairros xiitas em Bagdá com o objetivo de diminuir a violência sectária no país.Quando a construção do muro estiver concluída, a comunidade sunita de Azamiyah, localizada ao leste do rio Tigres, estará completamente cercada e o transito será controlado por soldados iraquianos, quem entra e quem sai."Xiitas estão atacando sunitas, que se vingam depois gerando novos conflitos", disse o capitão americano Scott McLearn.O The Wall Street Journal publicou no dia 5 de abril uma reportagem que os americanos tentavam separar sunitas e xiitas na região de Dora, alegando conflitos entre os grupos.Atualmente, a estratégia dos Estados Unidos para o Iraque é apoiar eleições democráticas e conter a violência sectária por meio de um plano de segurança organizado por tropas americanas e iraquianas.Segundo militares, a barreira permitirá que grupos armados fiquem fora da região sunita, diminuindo conflitos. Os americanos anunciaram, no entanto que não há a intenção de criar tribos a partir desta divisão, mas serve apenas para segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.