Exército filipino mata quatro rebeldes no norte do país

Tropas apreenderam também cinco metralhadoras após o combate no norte do arquipélago

Efe,

20 de novembro de 2007 | 05h22

Soldados filipinos mataram nesta terça-feira, 20, quatro supostos guerrilheiros comunistas após um combate no norte do arquipélago, informaram fontes militares.   O general Melchor Dilodilo, comandante da V Divisão de Infantaria do Exército, explicou que o confronto aconteceu por volta das 9h30 (22h30 de segunda-feira, em Brasília), perto de uma aldeia da província de Isabela, 350 quilômetros a norte de Manila.   As tropas mataram quatro rebeldes e apreenderam cinco metralhadoras, acrescentou Dilodilo.   Desde sexta-feira, os choques entre membros do Novo Exército do Povo (NEP) e as forças governamentais no norte da ilha de Luzon deixaram um saldo de 10 guerrilheiros e um soldado mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.