Exército indiano mata 7 supostos rebeldes na Caxemira

O exército indiano informou hoje que sete supostos rebeldes foram mortos em dois tiroteios separados perto da linha fortemente militarizada que divide a disputada região da Caxemira entre a Índia e o Paquistão.

AE, Agência Estado

05 de outubro de 2013 | 11h00

Quatro insurgentes foram alvejados no sábado na região de Kupwara, ao atravessarem do território paquistanês para o indiano, comunicou uma autoridade do exército na condição de anonimato. Outros três rebeldes morreram ontem em outro confronto perto da fronteira, acrescentou a fonte.

A autoridade revelou, ainda, que os militares indianos recuperaram os corpos de seis deles e também algumas armas. De acordo com o exército da Índia, um grande número de insurgentes treinados e armados por forças paquistanesas tentam entrar no território indiano todos os anos nesta época, antes da neve bloquear a passagem do Himalaia. Mas o Paquistão nega as acusações.

O último confronto ocorreu perto do vilarejo abandonado de Shala Bhata, onde o exército afirma que suas tropas combatem dezenas de rebeldes armados há 12 dias. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍNDIACONFRONTOCAXEMIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.