Exército iraniano inicia manobras militares no sudeste do país

A primeira fase da manobra do Exército iraniano, batizada de Impacto de Zulfaghar, foi realizada neste sábado na província de Sistan-Baluchistão, no sudeste do país, informou a televisão publica iraniana.A TV informa que a primeira jornada das manobras militares terminou "com sucesso". Segundo a rede pública, a jornada começou com o vôo de aviões de reconhecimento não-tripulados que simularam a localização das posições do Exército inimigo e, após escapar do fogo das baterias antiaéreas, retornaram a base.Depois, unidades de helicópteros simularam um ataque em "uma estreita área fronteiriça estrategicamente muito importante" em Miryave, fronteiriça com o Paquistão, no sudeste do país, e impediram a entrada das forças inimigas.Em seguida, helicópteros logísticos Chinuk e 214 levaram as forças de reação rápida e suas equipes à área, enquanto os pára-quedistas se lançavam sobre a região.A televisão mostrou também imagens do posicionamento de tropas, vôos de helicópteros Cobra, Chinuk e aviões Hércules e informou que as manobras ocorreram em 16 províncias do país.Doze batalhões do Exército de terra, reforçados com unidades aéreas e navais, participam das operações, qualificadas como as mais amplas do Irã nos últimos anos.Defesa contra ataque inimigoA rede afirma que as manobras são as maiores do Exército nos últimos anos e que as forças armadas vão demonstrar suas capacidades defensivas diante de um possível ataque inimigo."A manobra foi realizada num amplo campo de 16 províncias e é a maior manobra das forças armadas do Irã nos últimos anos", disse o general Amir Moussavi, chefe do Estado-Maior do Exército iraniano.O general Kiumars Heidari, porta-voz das manobras, explicou que o objetivo é a melhora das táticas defensivas. "As forças especiais, pára-quedistas, unidades móveis, e as forças de reação rápida participarão da primeira fase", detalhou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.