Exército israelense deixa pelo menos um morto em Gaza

Pelo menos uma pessoa morreu em decorrência dos ferimentos sofridos depois que tanques do Exército israelense, apoiados por helicópteros, entraram em subúrbios na zona norte da Cidade de Gaza na madrugada desta quarta-feira (horário local), disparando contra casas. A vítima tinha 28 anos e foi atingida na cabeça, aparentemente por uma bala perdida, enquanto dormia. Segundo moradores, logo após o ataque, os hospitais locais entraram em alerta para receber possíveis vítimas do ataque. O Exército israelense informou apenas que estava verificando os informes. Na terça-feira, a Suprema Corte de Israel rejeitou uma petição de 35 famílias palestinas para que o Exército israelense lhes desse um aviso prévio de 48 horas quando fosse demolir suas casas.

Agencia Estado,

06 Agosto 2002 | 23h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.