Exército israelense derruba 7 casas de palestinos

Citando a falta de autorização para se construir imóveis, o Exército de Israel demoliu hoje sete casas que pertenciam a palestinos na cidade de Hebron, deixando dezenas de moradores sem teto. Em outro caso, dezenas de palestinos detidos se rebelaram em uma prisão israelense na região sul do deserto. Soldados usaram gás lacrimogêneo e granadas para contê-los, informou o Exército. Não houve informações sobre feridos.Em Hebron, famílias palestinas tiraram às pressas geladeiras e sofás de suas casas, antes que os tanques israelenses, sob as vistas dos soldados, começassem a derrubar as paredes. As famílias disseram que, meses atrás, haviam recebido a notícia de que as casas seriam demolidas, mas não haviam sido informadas sobre quando os trabalhos iriam começar.Um total de 22 casas deveriam ser destruídas hoje, porque foram construídas sem permissão, afirmou Talia Somech, porta-voz da Administração Civil, órgão ligado ao Exército. Algumas já haviam sido concluídas e outras ainda estavam sendo construídas, informaram palestinos que moram na região. Nos últimos meses, Israel vem demolindo dezenas de casas de palestinos. As demolições incluem casas construídas sem permissão e outras que pertencem a militantes envolvidos na violência contra Israel.Yakib Sultan estava construindo uma das casas para seu filho, que deve se casar em breve. "O governo israelense e o primeiro-ministro, Ariel Sharon, estão destruindo nossos sonhos ao demolir nossas casas", disse ele, enquanto os tanques derrubavam as paredes do imóvel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.