Exército israelense destrói 30 casas em Gaza

Faixa de Gaza, 10 (AP) - O Exército israelense destruiu na madrugada desta quinta-feira mais de 30 casas no "Bloco O" do campo de refugiados da cidade de Rafah, informou a Autoridade Nacional Palestina (ANP). A ofensiva, que contou com 10 tanques e duas escavadeiras, foi uma represália a morte de quatro soldados israelenses, ontem, por membros do Movimento da Resistência Islâmica (Hamas), em um posto policial próximo a fronteira com a Faixa de Gaza. A ação desta manhã aconteceu em frete ao forte Termit, na fronteira da Faixa de Gaza com o deserto do Sinai, território egípcio controlado por Israel. Segundo autoridades israelenses, as casas destruídas serviam de esconderijo a ativistas palestinos que assassinaram os soldados israelenses. Os palestinos reagiram usando fuzis automáticos e granadas. Não há informações sobre vítimas. Antes da operação, em um campo de refugiado próximo a cidade de Rafah, o Exército de Israel ocupou três prédios da Polícia Naval, na costa do mar Mediterrâneo.

Agencia Estado,

10 Janeiro 2002 | 05h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.