Exército israelense detém dois palestinos com explosivos

Soldados israelenses detiveram hoje na Cisjordânia dois militantes palestinos com cinturões de bombas, do tipo normalmente utilizado pelos suicidas, informaram fontes do exército.Os detidos, que tentaram fugir após largar os explosivos, foram presos junto à aldeia de Burín, no distrito de Naplusa, quando membros do corpo de paraquedistas levantaram de surpresa um barreira de controle em uma rodovia.O último ataque suicida realizado por um palestino foi há menos de dois meses em Tel Aviv, reivindicado pela Jihad Islâmica e causou a morte de onze pessoas.As fontes também informaram a prisão, nesta madrugada, de 13 residentes da Cisjordânia, em outra das já comuns incursões para capturar militantes da resistência palestina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.