Exército israelense detém jornalistas da BBC

Soldados israelenses detiveram três jornalistas da BBC e um médico palestino na cidade cisjordaniana de Nablus. Eles foram mantidos sob a mira de armas de fogo durante três horas, disseram funcionários da emissora britânica e o médico. Os jornalistas, membros de uma equipe da BBC, acompanhavam o médico Ghassan Hamdan enquanto ele consultava uma mulher de 80 anos, que mora em um apartamento confiscado pelo Exército de Israel.A major Sharon Feingold, porta-voz do Exército, disse que o episódio está sendo investigado. "Lamentamos esse incidente envolvendo a equipe da BBC", disse ela. Soldados israelenses rotineiramente ocupam casas de palestinos durante diversos dias, para usá-las como postos de observação. Os jornalistas não sabiam que haveria soldados dentro do apartamento quando chegaram ao local, disse Nick Springate, diretor interino da sucursal da BBC em Jerusalém.Hamdan disse que os soldados abusaram verbalmente dos jornalistas, golpearam-nos com os fuzis e os ameaçaram quando pediram para deixar o local. Springate também denunciou que os soldados israelenses confiscaram equipamentos dos jornalistas, inclusive fitas de vídeo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.