Exército israelense invade território palestino

Tanques israelenses e motoniveladoras invadiram na madrugada desta quarta-feira um campo de refugiados palestinos destruindo cerca de 20 casas. Houve troca de tiros e cerca de 12 palestinos ficaram feridos. O ataque foi uma represália pelos disparos de morteiros contra assentamentos judeus na Faixa de Gaza. O ministro da Defesa de Israel, Binyamin Ben-Eliezer, disse que seu país não tem interesse em reocupar territórios palestinos. Autoridades palestinas acusaram Israel de estar violando a soberania palestina.De acordo com os moradores do campo de refugiados de Khan Yunis, o ataque israelense começou no começo desta madrugada de quarta-feira, quando vários tanques, motoniveladores e diversos veículos avançaram sobre o assentamento, apoiados por helicópteros de artilharia. O administrador de Khan Yunis, Osama Fara, disse que 15 casas foram destruídas totalmente e diversas danificadas, deixando centenas de pessoas desabrigadas. O Exército israelense alega que destruiu 11 casas, e que todas estavam vazias.Leia Também:Israel ataca alvos em campos de refugiados Ativistas apontam aumento de deserção

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.