Exército israelense mata dois milicianos palestinos em Gaza

Fontes médicas disseram que outros três palestinos ficaram feridos

EFE

25 de novembro de 2007 | 05h21

Soldados israelenses na região do campo de refugiados palestinos de Al-Mughazi, no centro da Faixa de Gaza, mataram neste domingo dois milicianos palestinos, segundo fontes médicas e de suas respectivas organizações. Um porta-voz das milícias palestinas informou que uma das vítimas militava na Jihad Islâmica e a outra nos Comitês da Resistência Popular. As fontes médicas disseram que outros três palestinos ficaram feridos. O porta-voz militar israelense assinalou que um dos milicianos mortos estava armado e que os dois usavam coletes à prova de bala. Participaram da operação forças israelenses de infantaria e tanques. O porta-voz militar indicou que os soldados dispararam quando os milicianos se aproximaram de suas posições. Outros dois palestinos, irmãos e residentes da localidade de Beit Hanoun, perderam a vida ontem no norte da Faixa de Gaza ao ser atacados por soldados israelenses quando se aproximaram da cerca fronteiriça, segundo fontes médicas. As forças israelenses postadas ao redor da Faixa de Gaza, que desde junho está sob controle dos islamitas do Hamas, reforçaram a vigilância para prevenir ataques da milícia palestina contra localidades vizinhas, no sul de Israel, por ocasião da conferência de paz de Annapolis (EUA), que começa na terça-feira. O Hamas e outros grupos armados da resistência repudiam essa reunião organizada pelos Estados Unidos, e que será assistida pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, e ministros da maioria dos Estados árabes, além de Israel, entre outros.

Tudo o que sabemos sobre:
Gaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.