Exército israelense mata dois palestinos na Cisjordânia

Dois civis palestinos morreram nesta quinta-feira, 29, na aldeia de al-Shuada, no distrito de Jenin, na Cisjordânia, quando soldados israelenses, durante uma de suas freqüentes batidas para capturar ativistas, foram apedrejados e responderam com tiros.Segundo fontes palestinas, Saud abu Luart e Ahmed Azafa morreram durante a incursão e outras duas pessoas foram feridas. Ainda não se sabe se os feridos são estudantes da escola de onde partiram as pedradas ou se são milicianos.Os soldados israelenses tentavam capturar milicianos das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa.Em Nablus, também na Cisjordânia, o Exército deteve hoje Mohammed Katane, chefe da Jihad Islâmica, suspeito de planejar ataques suicidas, segundo fontes da segurança israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.