Exército israelense mata miliciano palestino em Nablus

Uma patrulha do Exército israelense matou nesta quinta-feira um miliciano palestino na cidade de Nablus, na Cisjordânia, onde também foram feridos dois civis em outro confronto.Muhanad Mohammed al-Ghandur, de 22 anos, morreu abatido a tiros por uma patrulha, segundo um porta-voz do Exército israelense. A fonte acrescentou que o miliciano não atirou nos soldados, mas foi considerado uma ameaça porque estava armado.Ghandur, conhecido pelo apelido de "Jordaniano", era membro de uma milícia desconhecida até agora mas vinculada ao movimento Fatah.Ghassan Hamdam, diretor do hospital Rafidieh, de Nablus, disse à agência palestina "Ma´an" que o miliciano foi vítima de um "assassinato seletivo". Ele levou vários tiros nas pernas e na lateral do tronco.Testemunhas relataram que mais tarde dois civis foram feridos, um deles em estado grave, quando jovens palestinos lançaram pedras em soldados israelenses.Segundo fontes médicas, um dos feridos é um adolescente de 16 anos, Mahmoud Abu Salha. Ele levou um tiro na cabeça e se encontra em estado crítico.Em outro incidente, 50 veículos militares israelenses, segundo fontes de segurança palestinas,entraram na cidade ao amanhecer para uma operação no centro. Um testemunha disse à Efe que os soldados destruíram a casa de uma família e várias pessoas foram feridas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.