Exército israelense mata sete palestinos em Nablus

Sete palestinos foram mortos por soldados israelenses na madrugada desta sexta-feira durante combates na cidade de Nablus, na Cisjordânia, informaram hospitais palestinos. Um policias israelense também ficou gravemente ferido. Das vítimas fatias, quatro foram mortos por tiros, na parte antiga de Nablus e os outro três foram atingidos pelas explosões de foguetes disparados por helicópteros israelenses contra o campo de refugiados de Balata, na zona autônoma de Nablus. Confrontos também aconteceram nesta madrugada em Jenin, onde as milícias palestinas tinham preparado uma forte resistência ao avanço das tropas israelenses. Não há informação sobre vítimas.A ofensiva de Israel chamada "Muro de Proteção" completa duas semanas e já contabiliza mais 100 mortes, na sua grande maioria palestinos. A operação entrou em seis das oito cidades da Cisjordânia. Porta-vozes do Exército israelense disseram que as operações para a recuperar os territórios palestinos foram aceleradas diante da pressão internacional contra o ofensiva israelense. Os porta-vozes afirmaram que precisam de três semanas para completar a primeira fase da operação, e mais quatro para ter o controle total da região.O presidente norte-americano George Bush exigiu na quinta-feira que Israel desocupasse os territórios palestinos imediatamente. Bush ainda anunciou que enviará o secretário de Estado, Colin Powell, à região, na próxima semana, para tentar negociar uma trégua e recomeçar as conversações para um futuro tratado de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.