Exército israelense prende dez palestinos na Cisjordânia

O Exército israelense prendeu na madrugada desta segunda-feira dez supostos ativistas da resistência palestina no campo de refugiados de Nur e-Chams, próximo a Tulkarem, na Cisjordânia, informaram fontes palestinas. Entre os detidos está Mohamed Ares, um ativista do Hamas procurado pelos organismos de segurança de Israel. Milhares de habitantes de Tulkarem estão sob toque de recolher imposto na última quinta-feira pelas autoridades militares israelenses na cidade, que foi invadida há dois meses. Tulkarem é uma das cidades autônomas da Autoridade Nacional Palestina (ANP) que pode ser evacuada nesta segunda-feira pelo Exército israelense. Um acordo fechado na noite de domingo entre o ministro israelense de Defesa, Benjamin ben-Eliezer, e o ministro do Interior da ANP, Abdel Rezak al-Ijie, prevê a retirada gradual de todas as tropas israelenses dos territórios palestinos da Cisjordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.