Exército libanês coloca tropas em áreas evacuadas por Israel

Membros do Exército libanês começaram aposicionar-se nesta segunda-feira nas áreas que Israel deixou no domingo no sul do país, em cumprimento à resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU. Os soldados libaneses, apoiados por tanques e veículos de transporte de tropas, começaram seu posicionamento nas aldeias fronteiriças de Maruajin, Kfar Kila, Maroun El Rass, Blida eAdaisse, evacuadas na véspera por Israel, que ainda conserva uma posição no interior do Líbano, que deve deixar nesta semana. "Após ter lançado a guerra contra o Líbano, Israel deve ter a convicção de que não pode obter seus objetivos pela força", afirmou o general-de-Brigada Michel Suleiman, chefe do Estado-Maior libanês, que insistiu em que a missão de suas tropas é defender seu país. Um responsável do Hezbollah, o xeque Hassan Ezzedin, assegurou que se Israel continuar violando a soberania libanesa seu grupo responderá aos ataques. "O inimigo deverá assumir as conseqüências das violações por ar,terra e mar", disse Ezzedin, segundo as rádios locais, sem dar mais explicações sobre a possível resposta de sua organização.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.