AFP
AFP

Exército manteve promessa de entregar poder no Egito, diz Morsi

Novo presidente do Egito foi empossado neste sábado, perante Suprema Corte

Reuters,

30 de junho de 2012 | 18h35

CAIRO - O novo presidente do Egito, Mohamed Morsi, disse neste sábado, 30, que o exército, que assumiu o governo quando Hosni Mubarak foi deposto no ano passado, manteve sua promessa de ceder o poder, falando numa cerimônia para marcar a transferência formal de autoridade.

Veja também:

link Presidente do Egito toma posse perante Suprema Corte

link Em discurso na Praça Tahrir, Morsi diz que 'revolução continua'

Morsi se pronunciou após um discurso do marechal Hussein Tantawi, que chefia o conselho militar. Em suas considerações, Tantawi também disse que o exército havia mantido sua promessa de supervisionar a nação até que um novo presidente fosse eleito.

O conselho militar, antes de Morsi ser empossado após vencer a eleição neste mês, coibiu os poderes do presidente e tomou outras medidas para manter um punho forte sobre o Egito. "O povo egípcio e o (...) mundo são testemunhas de um modelo único, nunca antes visto, de como o poder é transferido das forças militares egípcias pela vontade do povo para um poder civil eleito", disse Morsi.

"As forças armadas entregaram o poder com segurança e eles mantiveram sua promessa", afirmou, adicionando em seus comentários em meio a generais e tropas que desfilavam que ninguém "tocará em nenhum de seus direitos" e prometeu apoiar seu trabalho nacional.

Tantawi, em seu pronunciamento, disse a Morsi, generais, políticos e outros reunidos na base militar no deserto: "Mantivemos a promessa que fizemos perante Deus e o povo. Agora temos um presidente eleito que assume as chaves para liderar o Egito por meio de uma eleição livre e direta".

"O Egito renasceu como um Estado moderno e democrático onde a soberania está com o povo", disse. "É tempo de deixar o passado para trás".

Em comentários direcionados diretamente ao presidente em seu discurso, Tantawi disse: "Senhor Presidente da República, nós sabemos que o caminho ainda é difícil e longo, mas temos certeza de que o Egito tem as bases para alcançar suas metas". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.