Exército mata 14 albaneses na Iugoslávia

As forças iugoslavas mataram 14 insurgentes de etnia albanesa e feriram outros oito durante a retomada, nesta terça-feira, da vila de Oraovica, informou nesta quarta o comandante da operação, tenente-general Ninoslav Krsti, acrescentando que seu lado não registrou baixas. Com a entrada das tropas governamentais em Oraovica, cinco novas covas comuns podiam ser vistas próximas a uma mesquita. Segundo Krsti, 80 membros da milícia rebelde albanesa se entregaram para as tropas iugoslavas, informação confirmada por um comunicado emitido pela base norte-americana em Kosovo. Segundo informações divulgadas por um centro de notícias do governo sérvio, a polícia liberou nesta quarta-feira, depois de interrogatório, 98 albaneses étnicos detidos durante a tomada de Oraovica. Não há informações sobre se os 80 rebeldes estavam entre eles. A retomada da vila pelo exército se completou depois de intensas lutas casa por casa. Oraovica fora capturada recentemente pelos insurgentes que operam na zona de contenção que separa Kosovo do resto da Sérvia, a república dominante da Iugoslávia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.