Exército mata 22 radicais argelinos

O Exército argelino matou 22 militantes ligados ao grupo terrorista Al-Qaeda, durante o fim de semana, em uma operação na Província de Tebesa, no leste do país. A ofensiva foi baseada em informações obtidas após a prisão de 11 militantes na semana passada. Sete soldados morreram durante os confrontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.