Exército mata 48 rebeldes em zona tribal no Paquistão

Ofensiva acontece após fundamentalistas atacarem acampamento militar no domingo

Efe,

13 de janeiro de 2009 | 03h52

Pelo menos 48 supostos insurgentes morreram em intensos combates com as forças de segurança em uma zona tribal paquistanesa fronteiriça com o Afeganistão. No domingo passado, centenas de fundamentalistas atacaram um acampamento militar. O tenente-coronel Basir Haider explicou que as tropas paquistanesas lançaram uma ofensiva na segunda-feira contra vários refúgios da insurgência em zonas montanhosas da demarcação tribal de Mohmand, depois que um grupo de 600 rebeldes atacou, no domingo, uma instalação militar na área de Safi. O Exército utilizou artilharia e aviões de combate na operação, que continua nesta terça-feira, segundo uma fonte de segurança citada pelo canal local Geo TV. No domingo passado, as tropas responderam ao assalto a suas instalações com um contra-ataque no qual pelo menos 40 insurgentes e seis soldados morreram, de acordo com a versão oficial. Mohmand é uma região considerada como um dos núcleos de atividade dos fundamentalistas talebans e de terroristas relacionados com a rede Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoofensiva militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.