Exército mata um e fere 13 ao confundir civis com rebeldes

Soldados filipinos mataram uma mulher e feriram outros 13 civis ao confundir as vítimas, moradores de uma aldeia da ilha de Panay, com rebeldes comunistas. Porta-vozes militares indicaram que a vítima fatal é uma mulher de 65 anos, enquanto seu marido e outros familiares ficaram feridos no incidente ocorrido na aldeia de São Remigio, ao sul de Manila.A fonte explicou que soldados de uma patrulha de reconhecimento confundiram um grupo de moradores com membros da guerrilha do Novo Exército do Povo.O Novo Exército do Povo é o braço armado do ilegal Partido Comunista das Filipinas e a guerrilha maoísta mais antiga de Ásia, fundada em 1969.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.