Yonhap/Efe
Yonhap/Efe

Exército norte-coreano diz que 'ratificou' ataque nuclear contra os EUA

Em comunicado, Coreia do Norte informou que ação 'esmagaria' ameaças norte-americanas

AE, Agência Estado

03 de abril de 2013 | 17h01

(Texto atualizado às 18h28) PYONGYANG - O exército da Coreia do Norte disse nesta quarta-feira, 3, que tem a aprovação final para lançar "impiedosos" ataques militares contra os Estados Unidos, envolvendo o possível uso de armas nucleares "de ponta".

"Informamos formalmente à Casa Branca e ao Pentágono que a política hostil cada vez mais crescente dos Estados Unidos em direção à Coreia do Norte e sua imprudente ameaça nuclear serão esmagadas pela firme vontade das tropas e o povo por meio de ferramentas nucleares de vanguarda mais leves e diversificadas", disse um porta-voz do Exército norte-coreano em comunicado publicado em inglês pela agência de notícias KCNA.

"A operação impiedosa das forças armadas revolucionárias... foi finalmente examinada e ratificada", completou o porta-voz.

Defesa

Mais cedo, os EUA disseram que vão enviar nas próximas semanas um sistema avançado de defesa antimísseis balísticos para a ilha de Guam, no Pacífico. O Pentágono descreveu a decisão como medida de precaução contra as ameaças da Coreia do Norte de realizar ataques regionais.

"Os Estados Unidos continuam vigilantes em face das provocações norte-coreanas e estão prontos para defender o território dos EUA, nossos aliados e nossos interesses nacionais", disse uma porta-voz do Pentágono.

Com informações da Dow Jones e da Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.