Exército paquistanês mantém ofensiva em Swat

Aviões e helicópteros de combate atacaram nesta sexta posições da insurgência em Daddhar

Efe,

08 de maio de 2009 | 06h39

O Exército do Paquistão mantém nesta sexta-feira, 8, sua ofensiva contra os talebans no vale de Swat, onde na quinta-feira o governo deu por finalizada a trégua em vigor.

 

Veja também:

linkMeio milhão de civis fogem de ação contra Taleban no Paquistão

linkTaleban não controlará armas nucleares do Paquistão, diz Gates

linkArtigo: O Paquistão precisa de ajuda urgente

linkPolícia abre fogo em protesto afegão contra civis mortos

especialEspecial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão

 

Segundo o canal de televisão Geo, aviões e helicópteros de combate atacaram nesta sexta-feira posições da insurgência em Daddhar, na região de Kabal, um dos redutos talebans no vale.

 

Por enquanto, não há informação de baixas nas operações desta sexta-feira, que estão causando o êxodo da população do local. Esta manhã, a aviação militar sobrevoou a cidade de Mingora, capital de Swat, e a localidade de Matta, acrescentou o canal.

 

A Geo assegurou que dezenas de milhares de civis estão esperando para que se retire o toque de recolher para fugir das zonas atacadas.

 

O primeiro-ministro paquistanês, Yousuf Raza Gillani, ordenou na quinta-feira à noite ao Exército que "elimine" os insurgentes de Swat, onde o Governo tinha alcançado em fevereiro um acordo de paz com a insurgência local liderada pelo mulá Fazlulah.

 

As operações militares estão se desenvolvendo também nos distritos vizinhos a Swat, os de Dir e Buner, nos quais os talebans penetraram aproveitando a trégua.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.