Exército se retira e rebeldes tomam Goma

Rebeldes armados tomaram ontem a principal cidade da República Democrática do Congo, Goma, após uma semana de combate. Tropas congolesas desistiram de defender o território e os 1.500 integrantes das forças de paz da ONU que estavam na cidade também falharam. O Conselho de Segurança da ONU aprovou ontem uma resolução pedindo sanções contra o grupo rebelde M23, que tomou Goma. A França exigiu uma revisão do mandato da missão de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.