Exército sírio perdeu 106 soldados em dois dias

Os rebeldes da Síria foram para a ofensiva nesta semana e mataram mais de 100 soldados somente nos últimos dois dias, afirmou nesta sexta-feira o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

AE, Agência Estado

12 de outubro de 2012 | 11h46

Quatorze militares foram mortos em ataque contra um posto do Exército na província de Daara, sul do país, nesta sexta-feira, disse a organização. Apenas na quinta-feira as Forças Armadas perderam 92 homens, no pior dia para as forças leais ao presidente Bashar Assad desde o início do conflito, em março de 2011. O Exército sírio sofreu 10 mil baixas até agora, afirmou um oficial de um hospital militar.

Das tropas mortas na quinta-feira, 36 pereceram em combates na província de Idlib, afirmou o Observatório, que é baseado em Londres e conta com uma rede de informantes em toda a Síria.

Nesta sexta-feira aviões de caça do regime bombardearam dois prédios na cidade de Maaret al-Numan, em Idlib. As forças do regime tentam recapturar a cidade, que foi tomada por oposicionistas na terça-feira após violentos confrontos. O local é importante por causa de sua posição estratégica, na estrada que liga as duas maiores cidades do país, Alepo e Damasco. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.