REUTERS/Ricardo Rojas
REUTERS/Ricardo Rojas

Exploração do diálogo na Venezuela continuará nesta quinta em Santo Domingo

Presidente dominicano, Danilo Medina, afirmou que 'há muita disposição de chegar a algum tipo de negociação' por ambas as partes; processo busca criar agenda que leve a uma negociação definitiva para a crise

O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2017 | 09h19

SANTO DOMINGO - O presidente da República Dominicana, Danilo Medina, informou que os contatos para explorar um diálogo entre o governo e a oposição da Venezuela continuarão nesta quinta-feira, 14, em seu país.

"A única que podemos dizer é que escutamos as partes e estamos no processo de construção de uma agenda que leve a uma negociação definitiva para a crise", disse Medina, no final de um encontro na Chancelaria dominicana em que participaram representantes da oposição e do governo venezuelano.

O governante anunciou que "há muita disposição de chegar a algum tipo de negociação" e acrescentou que "as conversações seguirão" nesta quinta. Medina agradeceu ao governo venezuelano e a oposição por atender seu convite de irem até a República Dominicana para iniciar um processo de negociação.

As conversações na República Dominicana tiveram início na quarta, após o convite para um diálogo urgente, onde participaram o ex-premiê espanhol José Luis Rodríguez Zapatero e o ministro das Relações Exteriores dominicano, Miguel Vargas.

O chefe de Estado dominicano também agradeceu o apoio às conversas, emitido na última terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, assim como os governos que se expressaram da mesma maneira.

De Caracas, o deputado opositor Henry Ramos Allup disse que a comunidade internacional, com o apoio de António Guterres, está realizando esforços para propiciar um diálogo entre o governo e a oposição venezuelana com a presença de mediadores de acordo mútuo. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.