Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Explosão abre buraco em aeronave e força pouso de emergência na Somália

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e ainda não há confirmação sobre mortes; testemunhas dizem que um corpo que teria caído avião foi encontrado em bairro da capital Mogadíscio

O Estado de S. Paulo

03 de fevereiro de 2016 | 15h05

MOGADISCIO - Uma explosão em um avião da Daalo Airlines obrigou o piloto a fazer um pouso de emergência no aeroporto de Mogadíscio, capital da Somália, nesta quarta-feira, 3. Segundo informações oficiais, havia 60 pessoas a bordo e o voo ia da capital até o Djibuti.

Ainda não se sabe o que causou o incidente e as informações não são claras. Enquanto o piloto Vladimir Vodopivec afirmou ter sido uma explosão de bomba, as autoridades que cuidam do setor informaram que não há nenhuma evidência do uso de explosivos.

Duas pessoas ficaram feridas no incidente, mas não se sabe se houve mortes. Segundo testemunhas, um corpo que teria caído do avião foi encontrado em um bairro de Mogadíscio, mas a polícia negou que haja alguma vítima.

O porta-voz do governo, Abdisalam Aato, assumiu em entrevista à emissora "CNN"  que há "uma grande confusão nas informações" sobre o caso.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a ação, o que fortalece a hipótese que não tenha sido um atentado. Atualmente, o grupo terrorista Al-Shabaab é responsável por uma série de ataques em Mogadíscio e tenta formar um califado no país. / ANSA

Tudo o que sabemos sobre:
Somália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.