Explosão acidental mata quatro militantes do Taleban

Quatro militantes do Taleban morreram hoje no noroeste do Paquistão quando os explosivos que estavam instalando ao redor da casa de um líder local contrário ao grupo explodiram acidentalmente. O incidente aconteceu no distrito de Ali Sherzai Dar, em Kurram, um cinturão tribal perto da fronteira com o Afeganistão. Funcionários de segurança confirmaram o incidente e o número de mortos.

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 12h52

"Quatro militantes taleban foram mortos e outros seis ficaram feridos quando uma das várias bombas que estavam instalando para destruir a casa vazia de um ancião explodiu antes da hora", disse o chefe de administração Abdul Baseer Khan à agência France Presse.

Malik Hakimullah, o ancião pró-governo e proprietário da casa, já havia se mudado para Peshawar - a principal cidade da região - com sua família por causa da violência, e a residência estava vazia quando o ataque aconteceu, informou Khan.

O Exército paquistanês lançou várias ofensivas contra militantes islâmicos no cinturão tribal, onde as lideranças do Taleban e da Al-Qaeda estão escondidas nas montanhas. Mais de 3 mil pessoas foram mortas em ataques suicidas e com bombas em todo o Paquistão desde julho de 2007, em uma campanha realizada pelos militantes que se opõem à aliança do governo com os Estados Unidos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoexplosãomilitantesTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.