Explosão ao sul de Beirute deixa 5 mortos

Uma explosão em uma área comercial movimentada nos subúrbios da zona sul de Beirute deixou ao menos cinco mortos, dezenas de feridos, carros queimados e uma grande coluna de fumaça no céu da cidade. A região é reduto de apoiadores do grupo xiita Hezbollah.

AE, Agência Estado

02 de janeiro de 2014 | 16h32

A natureza da explosão ocorrida durante horário comercial no bairro de Haret Hreik ainda não foi esclarecida, mas autoridades libanesas de segurança disseram que a probabilidade é de que ela tenha sido causada por um carro bomba.

Caso a suspeita se confirme, esta será a última de uma serie de ataques que atingiu o Líbano nos últimos meses após a guerra civil na Síria ter espalhado a violência no pequeno país vizinho. A violência tem como alvo os bairros sunitas e xiitas, elevando as tensões que já são altas devido ao fato de cada uma dessas comunidades apoiar lados diferentes da guerra na Síria.

Autoridades no Líbano disseram que ao menos cinco pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas na explosão, algumas delas em estado crítico.

A explosão ocorre uma semana após um carro bomba ter explodido ao sul de Beirute matando o proeminente político sunita Mohammed Chatah, aliado importante do ex-primeiro-ministro Saad Hariri hostil ao Hezbollah e ao regime do presidente sírio Bashar Assad. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbanoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.